Blog de Música
31 de Julho de 2009

Luís Jardim

Luís Jardim irá abrir a Academia de Artes em Carnaxide no próximo mês de Outubro.
Fonte: Diário de Notícias da Madeira
Site Oficial: www.apa-carnaxide.com 

Inspirada no modelo norte-americano bem ao estilo da mítica série 'Fame' o madeirense Luís Jardim prepara-se para abrir em Lisboa a Academia de Artes de Carnaxide, uma escola voltada para o ensino das artes de palco. A data está, para já, marcada para Outubro. Vejo que há talento, mas vejo que é um talento que não está aproveitado e que não está desenvolvido. Quer dizer, as pessoas têm vontade, mas não têm método", começou por dizer, para justificar a opção de uma aposta deste género. A ideia surgiu, contou, a partir das experiências que tem tido em Portugal. Luís Jardim, com a frontalidade que o caracteriza, afirma mesmo que muitos "não sabem estar num palco, e nem funcionar com um microfone sabem".

A escola é privada. As pessoas entram depois de fazerem os 'assessments', uma avaliação global para ver se tem jeito para alguma área da música, dança, do teatro e em que classe vão ficar. Esta é uma escola sem exames de papel. A avaliação será feita em palco, em três apresentações conjuntas. O objectivo primeiro desta escola, explicou, é formar alunos que queiram seguir uma carreira nas artes, com um diploma que lhes abra as portas: "O que importa é que cheguem a Nova Iorque, a Paris ou a Roma e que tenham um diploma que seja paralelo, que lhes dê competência, trabalho, em qualquer parte do mundo". A par disto vai criar cursos em regime nocturno e de ensino à distância e ainda outros formatos, pois a escola estará aberta a públicos de todas as idades.

Se tudo correr bem pela parte da construção, a data será respeitada, começando com um curso experimental de seis semanas. "Estamos um bocado atrasados devido a atrasos nas licenças. O prédio é um imóvel classificado e por isso as autorizações para obras levaram mais algum tempo", explicou. Luís Jardim quer começar devagarinho. O primeiro curso, antes do fim do ano, servirá para avaliar a receptividade do público, para ver como as pessoas se portam. "Vou oferecer 25 lugares e fazer uma experiência. Ver o que é a reacção das pessoas e o que é a atitude dos pais das crianças. Como se portam, qual a atitude deles, se vão levar a sério, se os pais vão apoiar".

A equipa docente já está seleccionada. Tudo gente que está bem formada no meio artístico português, garantiu. Em princípio a directora da escola será Helena Vieira, professora de canto. Henrique Feist deverá ser o professor de dança. Na área da música vai contratar algumas caras conhecidas e outra menos. O leque de professores vai incluir ainda vários actores, adiantou. O plano de estudos inclui palestras e wokshops com convidados nacionais e internacionais. Luís Jardim acredita que aprende-se muito a ver.

A Escola das Artes de Carnaxide, o nome pode ainda mudar, será paga. "Não é colégio de caridade nem será um colégio muito barato", avançou, frisando que é para toda a gente e que haverá bolsas de estudo para alunos excepcionais.

publicado por Correcaminhos às 15:52
tags:
Pesquisa no Blog
 
Quem Somos
CORRECAMINHOS
Blog de Música
email: correcaminhos@sapo.pt
criado em 12 de Julho de 2005
Funchal, Madeira, PORTUGAL
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
17
18
21
23
24
25
29
30
últ. comentários
Tracey Ullman, no ano de 1984.
Tive uma banda de punk rock na adolescência, adora...
Ei! Preste atenção, o que você diz ser música na v...
Boa noite, o meu filho participou no casting de Ma...
Há muitos países na Eurovisão que nem sabem que Po...
Posts mais comentados
8 comentários
8 comentários
6 comentários
6 comentários
subscrever feeds